Sylvio de Barros e Rafael Capoani enfrentaram vários obstáculos. Foto: José Mário Dias / Fotop / Vipcomm

 

Uyuni (Bolívia) – Com cautela. Assim a dupla Sylvio de Barros e Rafael Capoani retomou a disputa do Rally Dakar após a parada para um dia de descanso, em La Paz, na Bolívia. Nesta segunda-feira (9/1), na sétima etapa, eles fecharam o dia, em Uyuni (Bolívia), na 16ª colocação no geral (resultado extra-oficial). Na terça-feira eles seguem para Salta, na Argentina.

Galeria de fotos da dupla Sylvio de Barros e Rafael Capoani

“Conseguimos estabelecer um bom ritmo de prova. O Dakar está muito duro e nós já encontramos de tudo, calor, água, lama, dunas… E ainda tem muito mais pela frente. Temos de ser cautelosos e nos concentrarmos para nos mantermos próximo dos primeiros”, afirmou Sylvio de Barros.

“Estamos fazendo uma corrida limpa, sendo rápidos onde precisa e cautelosos onde há necessidade. Estamos somando forças para conseguirmos chegar bem ao fim do Dakar”, disse Capoani.

O mau tempo fez com que a organização do Rally Dakar mudasse o trajeto da sétima etapa, entre as cidades bolivianas de La Paz e Uyuni. Com a nova rota, pilotos e navegadores fizeram um deslocamento inicial de 400 quilômetros, seguido por um trecho cronometrado de 161 quilômetros, com mais 240 quilômetros até o acampamento. O trecho marcou o início da etapa maratona, na qual pilotos e navegadores não podem receber auxílio de mecânicos para revisar os veículos.

Na terça-feira (dia 10), o Dakar se despede da Bolívia e retorna ao território argentino, na cidade de Salta. Serão 892 quilômetros, sendo 492 quilômetros cronometrados.

Demais brasileiros
Nos UTVs, Leandro Torres e Lourival Roldan seguem na liderança. Eles terminaram a etapa em quinto lugar, mas mantiveram vantagem de mais de duas horas para os segundo colocados.
Nas motos, o catarinense Ricardo Martins está na 59º colocação na classificação geral. Ele foi 51º na sétima etapa. O paulista Richard Fliter, está em 63º. Ele ficou em 78º no trecho do dia.

Gregorio Caselani, da Honda South America Rally Team, desistiu do Dakar. Ele apresentava processo inflamatório causado por espinhos de cactos que se alojaram em seu corpo após queda na terceira etapa da prova e que os médicos não conseguiram retirar. O piloto já retornou ao Brasil.

Resultados da sétima etapa:
Carros
1º – Stephane Peterhansel / Jean Paul Cottret (Peugeot) + 1h54min08
2º – Sebastien Loeb / Daniel Elena (Peugeot) + 48s
3º – Giniel De Villiers / Dirk Von Zitzewitz + 3min3
4º – Mikko Hirvonen / Michel Perin (MINI) + 5min03
5º – Nani Roma / Alex Bravo (Toyota) + 5min32s
34º – Sylvio de Barros / Rafael Capoani (MINI) + 1h11min47

Motos
1° – Ricky Brabec (Monster Energy Honda Team) 2h2min05
2º – Paulo Gonçalves (Monster Energy Honda Team) + 1min44
3º – Sam Sunderland (KTM) + 4min43
4º – Joan Barreda (Monster Energy Honda Team) + 6min51
5º – Xavier de Soultrait (Yamaha) + 7min10
51º – Ricardo Martins (Yamaha) + 38min02
78º – Richard Fliter (Honda) + 1h09min18

UTVs
1º –  Maganov Ravil / Kiril Shubin (Polaris) 3h02min09
2° – Li Dongsheng / Quanquan Guan (Polaris) + 47s
3º – Mao Ruijin / Sebastien Delaunay (Polaris) + 4min20
4º – Wang Fujiang / Li Wei (Polaris) + 4min28
5º – Leandro Torres /Lourival Roldan + 4min59

Classificação acumulada após a sétima etapa
Carros
1º – Stephane Peterhansel / Jean Paul Cottret (Peugeout) 15h57min06
2º – Sebastien Loeb / Daniel Elena (Peugeot) +1min57
3º – Nani Roma / Alex Haro Bravo (Toyota) + 11min07
3º – Cyril Despres / David Castera (Peugeot) 14min01
5º – Mikko Hirvonen / Michel Perin (MINI) +47min24
16º – Sylvio de Barros / Rafael Capoani (MINI) + 4h05min59

Motos
1º – Sam Sunderland (KTM) 17h28min53
2° – Pablo Quintanilha (Husqvarna) + 17min45
3º – Adrian Van Beveren (Yamaha) + 22min16
4º – Gerard Farres Guell (KTM) + 28min36
5° – Mathias Walkner (KTM) +34min17
59º – Ricardo Martins (Yamaha) + 5h40min27
63º – Richard Fliter (Honda) + 5h51min06

UTVs
1° – Leandro Torres / Lourival Roldan 28h29min32
2º – Mao Ruijin / Sebastien Delaunay (Polaris) + 2h33min25
3º – Li Dongsheng / Quanquan Guan (Polaris) + 2h43min13
4º –  Maganov Ravil / Kiril Shubin (Polaris) + 5h46min48
5º – Wang Fujiang / Li Wei (Polaris) + 7h24min05

Confira programação do Rally Dakar 2017:
10/01
8ª etapa – Uyuni – Salta (Argentina)
Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões
Total: 892 km
Trecho cronometrado: 492 km

11/01
9ª etapa – Salta – Chilecito (Argentina)
Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões
Total: 977 km
Trecho cronometrado: 406 km

12/01
10ª etapa – Chilecito – San Juan (Argentina)
Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões
Total: 751 km
Trecho cronometrado: 449 km

13/01
11ª etapa – San Juan – Río Cuarto (Argentina)
Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões
Total: 754 km
Trecho cronometrado: 288 km

14/01
12ª etapa – Río Cuarto – Buenos Aires (Argentina)
Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões
Total: 786 km
Trecho cronometrado: 64 km

Vipcomm Assessoria de Imprensa
www.vipcommnews.com
Fone: (11) 3893-1010
Jornalistas responsáveis: Ricardo Ribeiro (11) 98201-4100
E-mail: ricardo.ribeiro@vipcomm.com.br
Nilton Valentim (11) 99627-7367
E-mail: nilton.valentim@vipcomm.com.br